08/11/2023

5 Principais mitos sobre o sono

Como está a qualidade do seu sono? Neste post vamos falar de 5 situações que muitos acreditam ser verdade quando o assunto é dormir bem, confira para que possa aproveitar melhor as suas noites. Lembrando que o sono é responsável por desempenhar benefícios na saúde mental e física.

 

Mito 1: É necessário dormir 8 horas de sono

Cada organismo precisa de um tempo ideal de sono, que geralmente é de 7 a 10 horas por noite para os adultos, para acordar renovado. Além da quantidade de horas de sono ideal, é preciso que o tempo seja de qualidade, para o bem-estar da saúde física e mental.

Algumas pessoas acordam bem com menos de 8 horas de sono, enquanto outras precisam dormir mais horas, esse tempo é individual e pode alterar conforme a idade, hormônios, relógio biológico e qualidade do sono. Com quantas horas de sono você acorda renovado?

Confira as horas de sono recomendada por idade (Fonte: National Sleep Foundation (Fundação Nacional do Sono) dos Estados Unidos):

- Recém-nascido (0 - 3 meses): 14 a 17 horas 
- Bebê (4 - 11 meses): 12 a 15 horas 
- Primeira infância (1 - 2 anos): 11 a 14 horas 
- Idade pré-escolar (3 - 5 anos): 10 a 13 horas 
- Idade escolar (6 - 13 anos): 9 a 11 horas 
- Adolescentes (14 - 17 anos): 8 a 10 horas 
- Jovem adulto (18 - 25 anos): 7 a 9 horas 
- Adulto (26 - 64 anos): 7 a 9 horas 
- Idoso (a partir de 65 anos): 7 a 8 horas 

Mito 2: Consumir bebida alcoólica ajuda a dormir

Muitos acham que consumir bebida alcoólica ajuda a dormir, pois sentem mais sono e facilidade para dormir após ingerir a bebida, mas, essa informação é um mito.

A bebida pode facilitar o início do sono, mas interfere na qualidade do sono durante a noite, podendo causar: distúrbio respiratórios, roncos e apneias, que atrapalham o ciclo do sono e interferem no descanso.

Mito 3: Roncar é normal

O ronco acontece quando não conseguimos respirar pelo nariz enquanto dormimos e respiramos pela boca, mas, embora aconteça com muitas pessoas, em muitos casos não é saudável.

O ronco pode ser causado por um distúrbio de sono muito conhecido, a apneia do sono, em que o sono é interrompido algumas vezes durante a noite, por conta da respiração parar e voltar, ou seja, a pessoa acorda cansada, além de ter outros sintomas que atrapalham o bem-estar e a produtividade. Neste caso, é recomendado procurar ajuda médica.

Mito 4: Assistir TV ou outros aparelhos eletrônicos ajuda a dormir

A melatonina, hormônio produzido pelo organismo e responsável por estimular o sono, é disparado quando estamos no escuro, ou seja, a exposição à luz dos aparelhos eletrônicos antes de dormir inibe a sua produção e atrapalha o sono.

Para ter uma boa noite de sono, especialistas recomendam evitar assistir TV ou usar dispositivos com luz azul, pelo menos 30 minutos antes de dormir.


 

Mito 5: Tirar o sono atrasado

Dormir durante o dia ou até mais tarde aos finais de semana não compensam as noites de sono mal dormidas durante a semana. Para ter um sono de qualidade, é importante manter uma rotina de sono, com horários determinados para dormir e acordar todos os dias, até aos finais de semana.

Ter uma rotina de sono ajuda no funcionamento do organismo, evita estresse, ansiedade e rejuvenesce a pele.

Esses são alguns mitos comuns sobre o sono, que se usados como verdade prejudicam a qualidade do sono e o bem-estar.

Agora que você já conhece, não tem porque dormir mal, certo? Fale com um especialista da Fabrispuma e durma em um colchão de qualidade.

Para mais dicas, nos acompanhe também no Facebook, Instagram, Youtube, Linkedin, Pinterest, TikTok.

Por: Joseana Alcalá